Home Palavra do Presidente Sindicatos Filiados Fale Conosco
a
a

facebook  slideshare  twitter  youtube  

 

 

 

 

 

Você é nosso
visitante nº.:

Evento

FEADUANEIROS e SDAERGS participam do seminário "Comércio Intl. e Segurança" ministrado por representantes da Aduana Americana

A Federação Nacional dos Despachantes Aduaneiros, na figura de seu Presidente Daniel Mansano, bem como o Sindicato dos Despachantes Aduaneiros do Rio Grande do Sul, representado pelo seu Presidente Lauri Kotz, estiveram presentes no dia 04/12/2007 das 8:30 às 13:00h, nas dependências da Associação Brasileira das Industrias de Máquinas - ABIMAQ, em São Paulo, ao seminário "Comércio Internacional e Segurança" - A importância da Segurança na Cadeia Logística para Competitividade Brasileira.

O seminário sobre C-TPAT (Customs-Trade Partnership Against Terrorism) foi ministrado pelo Sr. Jaime Ramsay representando a U.S. Customs and Border Protection e pelo Sr. Carlos Lasart da WBASC, que passaram uma visão geral sobre o programa e a certificação de operadores logísticos.

O evento contou com a participação da Dra. Clecy Lionço, Secretária Adjunta da Receita Federal do Brasil, que transcorreu sobre o tema "A Visão das Administrações Aduaneiras: Marco Normativo da OMA para Segurança e Facilitação da Cadeia Logística". De acordo com Clecy, o Governo Federal dará continuidade até 2010 ao plano de agilização para fiscalização de mercadorias em portos brasileiros, implantando novos programas de controle aduaneiro e firmando parcerias operacionais com aduanas estrangeiras.

A Receita Federal do Brasil irá ampliar a informatização das unidades aduaneiras e seus procedimentos, tendo como prioridade a gestão de risco (análise da Aduana sobre os dados de carregamento para determinar àquele com maior chance de contrabando ou falsificação), a fim de evitar fraudes.

O ponto alto deste projeto tem início na implantação do programa Siscomex-Carga (Siscarga), sistema que irá monitorar as importações desde o embarque no exterior até o desembarque nos portos brasileiros. Com a implantação do Siscomex-Trânsito, o objetivo é acelerar a emissão da Declaração de Trânsito Aduaneiro (DTA), certidão que permite a movimentação de cargas entre unidades alfandegadas (de um terminal portuário para um recinto retroportuário, por exemplo), facilitando a compilação dos dados e permitindo a confecção prévia da DTA.

De acordo com a secretária-adjunta, a expectativa da Receita Federal é de publicar a Instrução Normativa ainda este mes, mas admitiu que podem ocorrer atrasos. Nesta hipótese, o programa entrará em atividade por volta de meados de março.

‘‘O Siscarga vai tirar uma etapa que é a da espera. A medida que vamos implementando novos programas vamos integrar o Siscomex Carga com o trânsito aduaneiro. No final, este sistema de trânsito vai ser colocado de lado e vai surgir um novo modelo’’, afirmou Clecy Lionço.

Veja as fotos [foto 1] [foto 2] [foto 3] [foto 4] [foto 5] [foto 6]

voltar