Home Palavra do Presidente Sindicatos Filiados Fale Conosco
a
a

facebook  slideshare  twitter  youtube  

 

 

 

 

 

Você é nosso
visitante nº.:

Evento

DESPACHANTES ADUANEIROS DO RIO DE JANEIRO FORAM CERTIFICADOS PELA RECEITA FEDERAL E ESAF


Da esquerda para direita: em pé:João Carlos Genescá (Presidente SINDAERJ); Ana Trajano (Coordenadora Curso ESAF-RJ); sentados: Paulo Bayeux (orador); Daniel Mansano (Presidente Feaduaneiros); Eliana Polo (Superintendente 7ª RF/SRFB); Max Suassuna (Diretor ESAF-RJ) e Fernando Fraguas (Paraninfo, professor e Auditor Fiscal SRFB)

No último dia 05, quinta, no auditório do Ministério da Fazenda, mais de cento e trinta convidados puderam testemunhar a entrega dos vinte primeiros certificados do Curso de Aperfeiçoamento Profissional de Despachante Aduaneiro, no Estado do Rio de Janeiro.

Essa certificação recebeu especial importância e atenção porque, após mais de 150 anos de atividade do Despachante Aduaneiro no Brasil, foi a primeira vez que lhe foi disponibilizado um curso oficial, com o envolvimento e apoio institucional de um órgão oficial, neste caso, a Receita Federal do Brasil, que incumbui a ESAF - Escola de Administração Fazendária, do Ministério da Fazenda, a tarefa de realizá-lo em todo o território nacional.


André Blanco Siqueira • Denis Fonseca de Medeiros • Gilberto Martini dos Santos Castro • Hanes Evaristo G. do Nascimento • João Carlos Bahia Alves • Jorge Luis Rangel Carvalho • Jose da Costa Filho • José Gomes Corrêa Júnior • Julio Kazuiti Nosse • Luis Felipe Calvet Valentim • Maria Aparecida Villa Verde • Mauro Luis Vasques Moreira • Miguel Henrique Delambert • Moacir Ferreira da Silva Filho • Paulo César Bayeux • Reginaldo Barbosa dos Santos Filho • Regis de Almeida Thomé • Roberto Lemos Monteiro • Ricardo Carvalho Araújo • Ricardo Correa de Carvalho.

Com o apoio promocional da Federação Nacional dos Despachantes Aduaneiros - FEADUANEIROS e do seu Sindicato, no Estado do Rio de Janeiro - SINDAERJ, o evento marcou um momento histórico em que se reconhece e se valoriza a atividade da classe, estabelecendo uma proposta de novos paradigmas de seletividade e qualificação profissional. Como consequencia, haverá uma contribuição significativa para a gestão proficiente do desembaraço aduaneiro, que é, indubitavelmente, dentro do Comércio Exterior, uma das mais importantes variáveis operacionais para a conquista e superação das metas competitivas entre os mercados e os governos.

voltar