Home Palavra do Presidente Sindicatos Filiados Fale Conosco
a
a

facebook  slideshare  twitter  youtube  

 

 

 

 

 

Você é nosso
visitante nº.:

Evento

SINDASP PARTICIDA DA FORMATURA DE DESPACHANTES ADUANEIROS


Valdir Santos (Presidente SINDASP), Sandra Ivete Rau Vitali (Chefe DIANA 8ª. RF e Paraninfa) , Marcos Fernando Prado de Siqueira (Inspetor da RFB/SP), Roberto Alvarez (Superintendente Adjunto RFB/8ª RF), Maria Ines Lopes (Diretora ESAF), Daniel Mansano (Presidente Feaduaneiros)

Em iniciativa inédita, a ESAF – Escola de Administração Fazendária, a Secretaria da Receita Federal do Brasil, seccional São Paulo, a Federação Nacional dos Despachantes Aduaneiros e o Sindicato dos Despachantes Aduaneiros do Estado de São Paulo – SINDASP realizaram em São Paulo, nos meses de agosto e dezembro de 2008, o Curso de Aperfeiçoamento Profissional de Despachante Aduaneiro, que qualificou 26 profissionais da área. A cerimônia de entrega dos certificados aconteceu no dia 18 de março, no auditório da Inspetoria da Receita Federal do Brasil, no Tatuapé-SP.

Fizeram parte da mesa solene da cerimônia de entrega dos diplomas, as seguintes autoridades: Daniel Mansano, Presidente da Federação Nacional dos Despachantes Aduaneiros (FEADUANEIROS), Valdir Santos, Presidente do Sindicato dos Despachantes Aduaneiros de São Paulo (SINDASP), Marcos Fernando Prado de Siqueira e Roberto Alvarez, respectivamente Inspetor e Superintendente Adjunto da Receita Federal do Brasil - 8ª RF, Sandra Ivete Rau Vitali, chefe da DIANA 8ª. RF e Paraninfa, e Maria Inês Lopes de Souza, Diretora da Escola de Administração Fazendária (ESAF).

A cerimônia contou com a presença de aproximadamente 100 pessoas entre parentes dos formandos, amigos e convidados especiais, tais como Sr. Luiz Sérgio Fonseca Soares, Superintendente da Receita Federal do Brasil - seccional SP, Sr. Carlos Sérgio Serra, Presidente da Editora Aduaneiras, do Sr. Claudio de Barros Nogueira, Presidente do Sindicato de Despachantes Aduaneiros de Santos-SP, entre outras autoridades igualmente representativas.

O Sr. Valdir Santos, Presidente do SINDASP, relatou em seu discurso, que “Com mais de 150 anos de atividade no Brasil, o despachante aduaneiro do Estado de São Paulo, jamais recebeu uma oportunidade para participar de um curso desenvolvido por um órgão oficial. Foram alguns meses de trabalho árduo em Brasília-DF, para a elaboração técnica do conteúdo programático, onde foram convocados diversos técnicos e professores, inclusive colegas da Secretaria da Receita Federal de todo o Brasil, para que deixassem sua contribuição”.

“E a vocês, caros certificandos, pioneiros em nossa cidade e região, que aceitaram o desafio de serem os primeiros a caminhar nesse novo e desafiador caminho, recebam o meu especial sentimento de admiração e consideração, porque essa liderança e testemunho de vocês, tenho certeza, será capaz de levar a todos nós, demais Despachantes Aduaneiros de São Paulo, por este mesmo caminho da excelência, de uma maior seletividade e uma melhor qualificação”, enfatizou o presidente do SINDASP.

“Nos da Federação Nacional dos Despachantes Aduaneiros, estamos em busca da melhoria das condições referente à classe que representamos, por isso trabalhamos em conjunto com o SINDASP e a Receita Federal”, declarou o presidente da Entidade Sr. Daniel Mansano.

Já o inspetor da Receita Federal do Brasil, Sr. Marcos Fernando Prado Siqueira, ressaltou que o trabalho desenvolvido contribui com a fiscalização da Receita Federal, pois, quanto mais capacitado estiver o Despachante Aduaneiro, mais fácil será o trabalho de ambas as partes.

“O desenvolvimento de ações que contribuem para a capacitação profissional do Despachante Aduaneiro é de extrema importância”, alegou o Superintende da Receita Federal em São Paulo, Sr. Luiz Sérgio Fonseca Soares, que voltando de uma viagem a Brasília foi diretamente para o evento.

Luiz Sérgio enfatizou que, sendo os Despachantes Aduaneiros agentes responsáveis pela fiscalização durante a entrada e saída de mercadorias no País, ou seja, o profissional que atua em parceria com a Receita Federal em toda a fronteira brasileira, a atualização de normas, procedimentos e leis vigentes no Brasil e de outros países, por exemplo, é um dos caminhos para o bom desenvolvimento das importações e exportações. A esperança é que tenhamos cada vez mais preparo em cursos como esse, em parceria com entidades aduaneiras representativas no País, assim como aconteceu em São Paulo.

Repercussão do curso junto aos alunos

“Esperamos que todos os profissionais aduaneiros que atuam na área de Comércio e Exterior tenham acesso a esse curso para que tenhamos uma padronização dos procedimentos alfandegários em todas as regiões fiscais do Brasil, ressaltou Fábio Leonardo Bezzera, aluno que participou das aulas da primeira turma em agosto de 2008.

“Atuo no setor de Comércio Exterior desde 1979 e nunca tive uma preparação assim como ocorreu durante esse curso. Aprendi e me aperfeiçoei sobre diversos temas, assim como Classificação Fiscal de Mercadorias, Certificação de Origem e sua importância, enfim todo o conteúdo que faz parte do dia-a-dia do profissional aduaneiro”, explicou João Gomes de Moraes, aluno participante da primeira turma.

Reportagem:
Anna Karina Spedanieri
Edição
Lenilde De León

voltar