Home Palavra do Presidente Sindicatos Filiados Fale Conosco
a
a

facebook  slideshare  twitter  youtube  

 

 

 

 

 

Você é nosso
visitante nº.:

Você Sabia?

12/06/2007 - Vigiagro finaliza mudança

Representantes do Serviço de Vigilância Agropecuária (SVA ou Vigiagro) do Porto de Santos e do proprietário do imóvel que abrigará a nova sede do órgão federal, no Centro da Cidade, assinaram o contrato de locação do espaço.

Agora, as instalações do futuro escritório vão passar por adaptações até o começo do próximo mês, quando está prevista a mudança dos serviços.

A nova sede do posto local do SVA ficará na Rua XV de Novembro, 122. Um dos motivos para sua escolha foi a localização privilegiada, próxima aos escritórios locais de outros órgãos federais, como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a Polícia Federal e a Receita Federal do Brasil (RFB).

O posto santista da Vigiagro responde pela inspeção das cargas de origem animal e vegetal movimentadas em todo complexo portuário. Atualmente, o trabalho, desde a parte documental até a inspeção e a análise dos produtos, é feito por cerca de 50 servidores. A unidade atende diariamente cerca de 600 pessoas.

A transferência de localidade é um dos principais pleitos dos agentes do SVA ao longo dos últimos anos. A maior reclamação deles era quanto à insegurança da unidade, instalada no prédio anexo ao Armazém XIII (13 externo), atrás dos armazéns açucareiros do porto, na direção do cemitério do Paquetá. O espaço atual é de propriedade da União, cujos bens no porto são administrados pela Codesp.

Além da segurança, os fiscais também reivindicavam melhores condições de trabalho, visto que o anexo não recebe manutenção há muitos anos.

O acordo foi concretizado na última sexta-feira, segundo o chefe do SVA, Orlando Prieto Júnior, que já havia rubricado o documento de locação há uma semana. ‘‘Enfim, temos um novo local’’, desabafou ontem.

Segundo o fiscal agropecuário, o contrato ainda terá de ser registrado pela Superintendência do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) na Capital. A ação é parte dos procedimentos burocráticos do Poder Público. ‘‘Inclusive, a Secretaria de Patrimônio da União (SPU) teve que fazer uma análise no imóvel e já deu o aval. Essa é uma medida para conferir se o valor do aluguel é normal’’, lembrou Prieto, sem mencionar o valor da transação.

A entrega da nova instalação irá ocorrer assim que o locatário terminar obras de adaptação do imóvel. Prieto disse que somente uma intervenção civil irá ocorrer. Será justamente a transformação de uma cozinha em dois banheiros para uso dos servidores federais do posto.

‘‘Quando a gente receber as chaves, vão começar as nossas adaptações, compra de móveis, colocação de divisórias. Mas o aluguel também começa a contar da entrada no imóvel. Acredito que isso vai acontecer no começo de julho’’, previu Prieto.

Aproximamente 40 profissionais serão deslocados para o prédio da Rua XV. Apesar da mudança, dez agentes, que completam o quadro de funcionários do SVA, vão permancer no anexo do 13 externo, realizando trabalhos laboratoriais.

Por A Tribuna - Santos

voltar